A ADEFM – Associação de Defesa da Floresta do Minho, viu no passado dia 4 de Outubro a sua candidatura ao Programa Cidadania Ativa – EEA Grants, gerido pela Fundação Calouste de Gulbenkian, aprovado.

O projecto está inserido na área “A12 - Conceção e aplicação de políticas públicas – Pequenos Projetos”, podendo ser a sua aprovação visualizada em: http://www.gulbenkian.pt/section237artId4153langId1.html. O projecto, tem como principais objectivos: - Sensibilização e informação de alunos do 1º e 2º ciclos das funções desempenhadas pelos Sapadores Florestais, definidas pelo Decreto-Lei n.º 109/2009 de 15 de Maio, através da realização de 4 sessões de sensibilização escolares; - Promover a discussão do Decreto-Lei n.º 15/2009 de 14 de Janeiro junto dos diversos actores florestais, através da realização de 4 workshops; - Promover a participação e o debate entre os diversos agentes florestais, no que se refere ao civismo populacional nas áreas florestais, através da realização de um seminário; - Promover a participação das escolas, e por inerência, da população mais jovem na problemática florestal, através da realização de um concurso, com atribuição de prémios finais. O projecto tem uma duração de 12 meses, tendo o seu início em Novembro de 2013 e o seu término em Outubro de 2014. As actividades programadas abrangem os Concelhos de Terras de Bouro, Vieira do Minho, Póvoa de Lanhoso e Cabeceiras de Basto.

 

Selecione no mapa a Associada que pretende

 

 

 

untitled

 

 

 

Previous ◁ | ▷ Next

  Siga a BALADI no