A Direcção da BALADI - Federação Nacional dos Baldios, vem por este meio exprimir o mais genuíno pesar e as mais sentidas condolências às dezenas de vítimas enlutadas pelo morte dos seus ente-queridos e desejar a rápida recuperação a todos os feridos da violenta e devastadora tragédia que se abateu sobre a região de Pedrógão Grande e concelhos circunvizinhos.

Não é certamente o tempo para apurar responsabilidades deste tão pungente quadro fatídico rural português, mas é necessário ulteriormente tirar as verdadeiras ilações, sob pena de o mesmo redundar, como vem sendo hábito e quedar-se por estéreis debates mediáticos, comissões de inquéritos, relatórios, despachos, reformas ditas estruturais, promulgação de decretos-leis, tudo isto com o mesmo fim, o de evitar ir ao fundo das questões e adiar decisões para o dia de “são nunca”.

A BALADI entende ser urgente reclamar a intervenção do Governo e demais Órgãos de Soberania para um verdadeiro apuramento dos prejuízos registados em habitações, infra-estruturas, equipamentos colectivos[u1], produções agrícolas e animais, no sentido de minimizar os prejuízos económicos, sociais, ambientais e sobretudo humanos, que a tragédia acabou por marcar tão pungentemente todos aqueles que restam daquelas aldeias e vilas cujo braseiro dantesco ficará eternamente na sua memória.

A melhor forma de honrar a sua memória é tomar as medidas necessárias que evitem tais tragédias.

Vila Real, 21 de Junho de 2017

A Direcção da BALADI


 [u1]

 

Selecione no mapa a Associada que pretende

 

 

 

untitled

mapa de baldios

 

 

 

 

Previous ◁ | ▷ Next

  Siga a BALADI no